• SESI/MT
  • SENAI/MT
  • IEL/MT
  • Sistema FIEMT
Voltar

Senai MT entrega respiradores recuperados ao Hospital Estadual Santa Casa

12/05/2020 - 15h10

Mais quatro respiradores hospitalares, que estavam sem condições de uso, foram recuperados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Mato Grosso (Senai MT) e entregues ao Hospital Estadual Santa Casa, de Cuiabá. Os ventiladores pulmonares vão reforçar o atendimento do hospital com os pacientes internados em estágio avançado da Covid-19. A entrega dos equipamentos ocorreu nesta terça-feira (12/05), na unidade do Senai Várzea Grande.

O Senai MT já recebeu cerca de 120 respiradores para manutenção nas unidades de Várzea Grande e Rondonópolis. A ação faz parte de uma iniciativa do Senai nacional e conta com a parceria, em Mato Grosso, do Tribunal de Contas do Estado (TCE MT), Energisa e Futura Representações. O Senai MT busca novos parceiros para apoiar a força-tarefa. Estima-se que haja 180 equipamentos parados em hospitais de diversas cidades do estado por falta de manutenção.

Já foram entregues 10 respiradores pela unidade Várzea Grande – e pelo menos outros cinco equipamentos serão liberados nesta semana. O ritmo de entregas deve ser intensificado a partir da semana que vem, com a chegada de peças de reposição e baterias – materiais difíceis de ser adquiridos e, no caso das baterias, que não podem ser transportados por via aérea.

A manutenção pode ir de uma simples calibragem no equipamento, para garantir que o nível de oxigênio indicado no visor seja efetivamente o que está sendo disponibilizado ao paciente, até a troca de componentes cujo custo pode chegar à casa de dezenas de milhares de reais.

A diretora geral da Santa Casa, Patrícia Neves, conta que o hospital hoje tem 12 pacientes de Covid-19 na UTI e 18 na enfermaria. Ao todo, 48 pacientes com a doença já foram atendidos pela Santa Casa, sendo que vários já tiveram alta ou estão em isolamento domiciliar. Desde 04 de março, quando os atendimentos iniciaram, o hospital registrou apenas um óbito.

A Santa Casa possui 47 respiradores – e sete deles foram recuperados pelo Senai. Outros 11 serão encaminhados para manutenção ou calibração. Patrícia afirma que não tem como avaliar a dimensão do quanto custaria ao hospital fazer a recuperação desses equipamentos sem a ação do Senai MT. “Desde o início, tivemos dificuldade com peças, mesmo tendo profissionais habilitados a fazer a manutenção dentro do hospital. Os preços inflacionaram e a logística é um problema”, relatou.

O presidente do TCE-MT, Guilherme Maluf, afirmou estar “muito satisfeito em ver que o convênio está dando certo. Estamos devolvendo à sociedade os respiradores que vão salvar vidas”, disse. O Tribunal está investindo R$ 500 mil na ação, para a compra de materiais. Ele também ressaltou a necessidade de aumentar os investimentos em tecnologia no país, “para não ficar na mão de empresas estrangeiras”.

A ação também foi aprovada pelo Corregedor-geral do TCE-MT, Moises Maciel, que visitou a oficina e acompanhou a entrega. “A Corregedoria veio verificar a execução do convênio e presenciou o sucesso dele. O TCE está de parabéns, o Sistema Fiemt está de parabéns e quem ganha é a população mato-grossense”, disse.

Para o presidente do Sistema Fiemt, Gustavo de Oliveira – que também preside o Conselho Regional do Senai MT – o esforço será recompensado a cada vida que for salva: “Se o número de óbitos for menor do que o projetado, toda a estratégia valeu”. Ele reforçou que o Senai está aberto a novas parcerias. Além do convênio com o TCE, a Energisa Mato Grosso está fazendo o transporte intermunicipal dos equipamentos, tanto no envio quanto na devolução. E a Futura Representações, especializada na manutenção desse tipo de máquina, montou um bancada dentro do Senai para apoiar na triagem e calibração dos respiradores.

Dos equipamentos recebidos, 95% estavam condenados - alguns parados há mais de cinco anos – incluindo máquinas importadas, de alto custo, inutilizados por não ter quem fizesse a manutenção. Em Várzea Grande, ao todo são 12 pessoas envolvidas diretamente nos trabalhos, de segunda a sábado. Em Rondonópolis, outros seis profissionais atuam diretamente na recuperação, de segunda a sexta-feira.

Ações de combate ao coronavírus

O Senai MT está atuando em diversas frentes para ajudar o estado a combater a pandemia do coronavírus. Desde o início de abril, a unidade do Senai Cuiabá se transformou em uma fábrica de máscaras. Já foram entregues ao Governo do Estado mais de meio milhão de máscaras de TNT e 10 mil máscaras de tecido, estas destinadas aos profissionais da Secretaria Estadual de Saúde (SES MT). A parceria com o executivo estadual contempla, ainda, a confecção de 120 mil toucas hospitalares.

A instituição também utilizou a expertise das equipes e a infraestrutura das unidades de Cuiabá e Várzea Grande para produzir mil protetores faciais de acetado, que foram doados ao Governo do Estado para uso dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia. Desse total, centenas foram fabricados com as impressoras 3D disponíveis nos laboratórios do Senai MT.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SESI-MT - ​​Serviço Social da Indústria
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555