• SESI/MT
  • SENAI/MT
  • IEL/MT
  • Sistema FIEMT
Voltar

Confecção de máscaras: Sesi e Senai MT homenageiam profissionais de costura pelo Dia das Mães

08/05/2020 - 15h31

Thelma Duarte (37 anos) é mãe de quatro filhos (Tárcio, 18, Tálite, 16, e das gêmeas Tábata e Tácila, de 10 anos). Atuando como auxiliar de turma na rede municipal de Várzea Grande, ela precisou dar uma pausa no trabalho na escola devido à suspensão das aulas, como medidas adotadas no estado para o combate à pandemia do coronavírus

Mas imbuída pelo desejo de apreender uma atividade nova e pelo anseio de ajudar a comunidade, ela procurou o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai MT), no início de abril, para fazer parte da equipe de profissionais de costura que estão se revezando para produzir cerca de 1 milhão de máscaras faciais por mês, na sede do Senai Cuiabá.

Assim como o dela, o gesto de amor, solidariedade e consciência de cerca de 100 pessoas está contribuindo com a ação do governo de Mato Grosso e Senai MT - que visa à distribuição de máscaras aos profissionais de saúde de todo o estado.

Para agradecer Thelma e as dezenas de colegas que participam do projeto, entre costureiras e modelistas, em sua maioria mães, o Serviço Social da Indústria (Sesi MT) e o Senai MT prepararam uma homenagem em alusão ao Dia das Mães – comemorado no próximo domingo. As mulheres foram recebidas, ao som de violinos, com clássicos da música popular, por integrantes da Orquestra Sesi MT, e pela diretora regional do Senai MT e superintendente do Sesi MT, Lélia Brun, na manhã desta sexta-feira (08.05).

De acordo com a executiva, é uma justa celebração a essas mulheres dedicadas, que deixam em casa filhos, netos, maridos, para doar seu tempo e seu talento para ajudar a produzir os produtos essenciais no enfrentamento à pandemia. “A música desperta em nós diferentes frequências emocionais, nos proporciona relaxamento, reflexão e muitos outros benefícios”, pontuou.

A superintendente destacou que a intenção é homenageá-las pelo dia especial e agradecer à equipe pelo trabalho que está sendo desenvolvido. “Ouvimos dessas mulheres tantas histórias de vida que nos tocaram o coração. Então, a proposta da Orquestra Sesi foi proporcionar momentos de contemplação e paz, com música de qualidade, para que elas ampliem o olhar para a vida e se sintam ainda mais envolvidas pelo belo trabalho que estão desenvolvendo em prol da comunidade”.

A iniciante na arte da costura, Thelma, ficou emocionada e agradecida. Ela, que no primeiro dia confeccionou apenas 29 peças e já alcançou a marca de 300 máscaras/dia, afirma que ficou ainda mais motivada.

“Sempre gostei de costurar. Quando procurei o Senai, vi uma oportunidade de ganhar um dinheiro extra. Mas com o passar do tempo, percebi a importância do trabalho que está sendo realizado aqui. Me sinto orgulhosa e a minha família e meus amigos também. Além disso, esta experiência despertou em mim ainda mais interesse no curso de corte e costura. Quero me aperfeiçoar”,  ressalta.

Amor e amizade

No pavilhão do Senai Cuiabá que antes servia a grandes eventos, como seminários, workshops e feiras, agora se vê a transformação de tecidos e tiras em peças indispensáveis para os profissionais da saúde.

Como mães dedicadas e atentas, mais que uma função, as costureiras e modelistas encontraram neste novo cenário amor ao próximo, companheirismo, amizade, solidariedade, empatia e muitos outros nobres sentimentos.

Rhalima Cubas (51) é ajudante de serviços gerais em uma escola da rede municipal de Cuiabá. Assim como muitas das colegas teve o trabalho suspenso temporariamente e decidiu fazer parte do projeto.

Ela é uma das pessoas que alegram e descontraem o ambiente. De bem com a vida e de muito alto astral, acredita que “o amanhã sempre será melhor do que o hoje”.

Mãe de três - Ana Carolina (27), Pedro Henrique (22) e Maria Cecília (14) – Rhalima declara que a equipe se ajuda mutuamente e que todos trabalham com a expectativa de que o momento difícil vai passar. “Queremos ver nossos filhos formarem, nosso netos crescerem, nossa comunidade unida e melhor”.

Rosinei Felício (49) também compartilha deste sentimento. Formada em design de moda, suspendeu os trabalhos no ateliê de trajes de festas para se dedicar à confecção das máscaras. Também mãe de três (Elen (31), Elan (29) e Misma (20) e avó de quatro, ela não pensou duas vezes em dar sua contribuição ao projeto.

“Quis fazer parte desta equipe que doa seu tempo e seu trabalho para uma causa justa e tão importante”, aponta a costureira, destacando que em casa também confecciona as peças para doação.

Seguindo o protocolo de segurança e decretos, as  profissionais trabalham utilizando as máscaras faciais. Apenas retiraram por poucos minutos no momento das fotografias.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SESI-MT - ​​Serviço Social da Indústria
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555